Quinta-feira, 25 de Janeiro de 2007

(23) Confissão

CONFISSÃO
 
 
 
Com paciência esperei sua chegada.
Fiz-me santa, guardei meus anéis de prata.
Cabelos escovados, olhos em soslaio
medindo os centímetros da tarde de verão.
Quando chegou, eu já estava pura.
Tentei esconder essa embriaguez
que seu cheiro me dá:
a memória grita sonhando
com amêndoas doces de Tiro e Sídon.
Mas não.
Quando senti seus músculos sobre mim
- desataram as máscaras.
Seu silêncio, eu sei, é pudor.
Ele de repente lembra de certas dançarinas do cais
e vê em meus olhares
éguas, cadelas, gatas.
Nunca uma mulher apaixonada.
 
 
 
     - Semíramis -
publicado por poesiaemrede às 12:58
link do post | comentar | favorito
Site_Poesia_em_Rede
. Índice dos Poemas de Amor

.Poemas a Concurso

. Publicação Final

. (152) Cinzas

. (151) Sentei-me à beira-m...

. (150) Caí na desgraça

. (149) O amor é o fim

. (148) Um Mundo de Sonho/U...

. (147) O tempo

. (146) Não foi à primeira

. (145) Amor

. (144) Deixa o sol saber e...

. (143) Do Amor

. (142) História de vida (A...

. (141) Te quero...

. (140) Infinito

. (139) Sonhar é viver...

. (138) Momento de Amar

. (137) Amar com seis senti...

. (136) "Sem título"

. (135) Poema Tropical

. (134) O que sinto : é amo...

. (133) Play

. (132) Continua*

. (131) Tu és...

. (130) Amor de Noite e Dia

. (129) Aparece

. (128) Graças a ti...

. (127) Je T' Aime

. (126) Amanhecendo em ti

. (125) Sentimento do Amor

. (124) Querer Bem

. (123) Magia transparente

. (122) Margens de mim

. (121) Sou... Ser...

. (120) Hoje olho-te

. (119) Moras num livro

. (118) Pra que nome?

. (117) Solidão

. (116) "Triefe"

. (115) Partiste, sem satis...

. (114) União

. (113) Ode Única

. (112) Lá na esquina da ca...

. (111) Amor

. (110) Sinto...

. (109) Paixão Proibida!

. (108) Momento

. (107) Os olhos do meu amo...

. (106) Quero cada uma das ...

. (105) Tempo

. (104) O que é o amor?...

.Mais Poemas

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Limitações na base dos Blogs SAPO não nos permitem publicar, conforme prevíamos, um link directo para os primeiros poemas. Aos visados as nossas desculpas.

.links

.Poesia em Rede


. Poesia em Rede

. seguir perfil

. 18 seguidores

blogs SAPO

.subscrever feeds

Cell Phones