Terça-feira, 13 de Fevereiro de 2007

(52) Doce e Amargo

Doce e Amargo


 

Sinto teu gosto

teu corpo, teu rosto

não sinto saudades

minha alma tem liberdade

 

Toco tua pele delicada

sinto teu corpo na madrugada

mordo tua língua quente

acordo de repente

 

Os dias escorrem como água na cachoeira

mas o amor não passa, é para a vida inteira

vivo plenamente na minha ilusão

nossos corpos em completa fusão

 

Sinto o inexistente

permaneço dormente

toco o intocável

um amor irrevogável

 

Acordo

na boca

o doce e o amargo

 

O amor é doce

O amor é amargo

  

 

Nome: Nícolas Pereira Borcezi
publicado por poesiaemrede às 15:29
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Elisabete a 13 de Fevereiro de 2015 às 06:32
VOU DENUNCIAR ESSE BLOG. jÁ QUE NINGUÉM FAZ NADA
De Elisabete a 13 de Fevereiro de 2015 às 06:20
Responsáveis pelo blog, estou ha anos tentando falar com algum de vcs. Tira esses comentários. Ja pedi de todas as maneiras.
De Elisabete a 13 de Fevereiro de 2015 às 06:17
Apaga meus comentários, ei galera do suporte. Vcs falam o mesmo português que o meu?

Comentar post

. Índice dos Poemas de Amor

.Poemas a Concurso

. Publicação Final

. (152) Cinzas

. (151) Sentei-me à beira-m...

. (150) Caí na desgraça

. (149) O amor é o fim

. (148) Um Mundo de Sonho/U...

. (147) O tempo

. (146) Não foi à primeira

. (145) Amor

. (144) Deixa o sol saber e...

. (143) Do Amor

. (142) História de vida (A...

. (141) Te quero...

. (140) Infinito

. (139) Sonhar é viver...

. (138) Momento de Amar

. (137) Amar com seis senti...

. (136) "Sem título"

. (135) Poema Tropical

. (134) O que sinto : é amo...

. (133) Play

. (132) Continua*

. (131) Tu és...

. (130) Amor de Noite e Dia

. (129) Aparece

. (128) Graças a ti...

. (127) Je T' Aime

. (126) Amanhecendo em ti

. (125) Sentimento do Amor

. (124) Querer Bem

. (123) Magia transparente

. (122) Margens de mim

. (121) Sou... Ser...

. (120) Hoje olho-te

. (119) Moras num livro

. (118) Pra que nome?

. (117) Solidão

. (116) "Triefe"

. (115) Partiste, sem satis...

. (114) União

. (113) Ode Única

. (112) Lá na esquina da ca...

. (111) Amor

. (110) Sinto...

. (109) Paixão Proibida!

. (108) Momento

. (107) Os olhos do meu amo...

. (106) Quero cada uma das ...

. (105) Tempo

. (104) O que é o amor?...

.Mais Poemas

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Limitações na base dos Blogs SAPO não nos permitem publicar, conforme prevíamos, um link directo para os primeiros poemas. Aos visados as nossas desculpas.

.links

.Poesia em Rede


. Poesia em Rede

. seguir perfil

. 18 seguidores

blogs SAPO

.subscrever feeds