Segunda-feira, 29 de Janeiro de 2007

(25) Amo-te, palavra linda

Amo-te, palavra linda
usada ainda para exprimir,
o que vai no coração
na pulsação e no sentir.

Amor, de todas a mais bela
é a cinderela do coração.
Loucura, de uma aventura
refúgiode uma desilusão.

Quero-te, é uma expressão
de todas ainda a mais sincera,
simples e directa
que não afecta em qualquer hera.

Desejo, é como um beijo
que estando maduro é só colher.
Paixão, de um momento
de um tormento razão de ser.

Agora, me dei a conhecer
ficaste a saber quem eu sou,
não desprezes e não gozes
este homem que sempre amou.

O amor, loucura e paixão
existirá sempre no meu coração.
O desejo, é o sentimento
que me dá alento, que me dá razão.
                                                        Buck.

publicado por poesiaemrede às 17:35
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Ines a 17 de Maio de 2008 às 12:27
Poema Lindo
De JP a 31 de Janeiro de 2007 às 13:20
uma dúvida: o poema para o concurso é de nossa própria autoria??
De Poesia em Rede a 31 de Janeiro de 2007 às 16:37
Os poemas devem ser enviados pelos próprios autores ou por outros, desde que autorizados pelos autores, mas, neste caso o concorrente é o participante e não o autor do poema.

De albuquerque a 22 de Março de 2007 às 11:06
Engano eu sou o participante e o autor do poema.
De albuquerque a 22 de Março de 2007 às 11:12
Rectificação eu sou o autor e autorizei uma pessoa a concorrer com ele. Peço desculpa pela confusão.

Comentar post

Site_Poesia_em_Rede
. Índice dos Poemas de Amor

.Poemas a Concurso

. Publicação Final

. (152) Cinzas

. (151) Sentei-me à beira-m...

. (150) Caí na desgraça

. (149) O amor é o fim

. (148) Um Mundo de Sonho/U...

. (147) O tempo

. (146) Não foi à primeira

. (145) Amor

. (144) Deixa o sol saber e...

. (143) Do Amor

. (142) História de vida (A...

. (141) Te quero...

. (140) Infinito

. (139) Sonhar é viver...

. (138) Momento de Amar

. (137) Amar com seis senti...

. (136) "Sem título"

. (135) Poema Tropical

. (134) O que sinto : é amo...

. (133) Play

. (132) Continua*

. (131) Tu és...

. (130) Amor de Noite e Dia

. (129) Aparece

. (128) Graças a ti...

. (127) Je T' Aime

. (126) Amanhecendo em ti

. (125) Sentimento do Amor

. (124) Querer Bem

. (123) Magia transparente

. (122) Margens de mim

. (121) Sou... Ser...

. (120) Hoje olho-te

. (119) Moras num livro

. (118) Pra que nome?

. (117) Solidão

. (116) "Triefe"

. (115) Partiste, sem satis...

. (114) União

. (113) Ode Única

. (112) Lá na esquina da ca...

. (111) Amor

. (110) Sinto...

. (109) Paixão Proibida!

. (108) Momento

. (107) Os olhos do meu amo...

. (106) Quero cada uma das ...

. (105) Tempo

. (104) O que é o amor?...

.Mais Poemas

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Limitações na base dos Blogs SAPO não nos permitem publicar, conforme prevíamos, um link directo para os primeiros poemas. Aos visados as nossas desculpas.

.Poesia em Rede

blogs SAPO

.subscrever feeds

Cell Phones