Domingo, 11 de Março de 2007

(94) De livro aberto

 De livro aberto

 Com folhas desperto

 Me movo sem cansaço

 Com papel no regaço

 Me relaxo e ultrapasso

 Enquanto marco o passo

 

 Através de folhas me confesso

 Dolorosas letras com frente e verso

 Pensamentos dispersos

 Não creio no mundo sem letras

 Sem capas e frases tormentas

 Só creio em dias letrados que o são

 Vozes roucas de coração

 Pensamentos famintos

 Que embutem o ego

 Pergaminhos únicos nos quais escorrego...

 

 Porque estão lá

 Porque eu fui

 Porque me movi num mar que se dilui

 De pensamentos sem voz

 De momentos que de um mar sã0 a foz

 Por casas construídas com vidas moldadas

 Passos bem evidentes nas folhas que são calçada

 Me mostro como desgosto

 Disfarço porque não posso medos e desejos

 Despojos atirados de penedos

 Onde ondas másculas num mar refinado

 Viram páginas para o outro lado.


Luis Bacalhau

publicado por poesiaemrede às 00:33
link do post | comentar | favorito
|
Site_Poesia_em_Rede
. Índice dos Poemas de Amor

.Poemas a Concurso

. Publicação Final

. (152) Cinzas

. (151) Sentei-me à beira-m...

. (150) Caí na desgraça

. (149) O amor é o fim

. (148) Um Mundo de Sonho/U...

. (147) O tempo

. (146) Não foi à primeira

. (145) Amor

. (144) Deixa o sol saber e...

. (143) Do Amor

. (142) História de vida (A...

. (141) Te quero...

. (140) Infinito

. (139) Sonhar é viver...

. (138) Momento de Amar

. (137) Amar com seis senti...

. (136) "Sem título"

. (135) Poema Tropical

. (134) O que sinto : é amo...

. (133) Play

. (132) Continua*

. (131) Tu és...

. (130) Amor de Noite e Dia

. (129) Aparece

. (128) Graças a ti...

. (127) Je T' Aime

. (126) Amanhecendo em ti

. (125) Sentimento do Amor

. (124) Querer Bem

. (123) Magia transparente

. (122) Margens de mim

. (121) Sou... Ser...

. (120) Hoje olho-te

. (119) Moras num livro

. (118) Pra que nome?

. (117) Solidão

. (116) "Triefe"

. (115) Partiste, sem satis...

. (114) União

. (113) Ode Única

. (112) Lá na esquina da ca...

. (111) Amor

. (110) Sinto...

. (109) Paixão Proibida!

. (108) Momento

. (107) Os olhos do meu amo...

. (106) Quero cada uma das ...

. (105) Tempo

. (104) O que é o amor?...

.Mais Poemas

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Limitações na base dos Blogs SAPO não nos permitem publicar, conforme prevíamos, um link directo para os primeiros poemas. Aos visados as nossas desculpas.

.links

.Poesia em Rede


. Poesia em Rede

. seguir perfil

. 18 seguidores

blogs SAPO

.subscrever feeds

Cell Phones