Quarta-feira, 7 de Março de 2007

(87) Não gosto do sol

         Não gosto do sol


Não gosto do sol,
Porque me seca as lágrimas.
Repudio a chuva porque as esconde...
Um sentimento frustrante invade minh'alma.
Sofro em silêncio gritando na escuridão.
Um grito surdo, inaudível aos insensíveis.
Nos confins deste sofrimento nasce um sentimento,
que acaba por morrer, antes de se manifestar...
Levando para o mais profundo desespero,
Toda a esperança de um dia te conquistar.
Derrotada assim pela solidão,
Continuo o caminho sem destino,
Acompanhada pela esperança, porém efémera,
Que acaba por se desvanecer.
Contrariando a desilusão sobrevivo,
Ao desafio que é viver sem ti,
Procurando mais uma vez sem encontrar,
O que pensara ter encontrado!
Ficando no ar a questão se,
Encontrarei alguém digno de um sonho,
Ou por quem me ouse apaixonar...
Tal como um dia me apaixonei,
Tal como um dia eu amei...

shofia santos

publicado por poesiaemrede às 19:09
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De João Costa a 21 de Março de 2007 às 17:17
Desejo te felicidades. Obrigado por este intercâmbio.
Que a poesia seja um dos expoentes máximos da tua vida...



De João Costa a 20 de Março de 2007 às 15:15
Não tem mal algum gostar, ou não, de uma coisa qq...
Não me sinto com espécie alguma de dom... por isso não vejo as criticas como algo de importante...
Apenas gosto de beber este líquido a que chamo "poesia"... e é ele que me mata a sede...

Mas agradeço, sinceramente, o elogio...
De ALPHA a 28 de Março de 2007 às 19:23
creio que não chamas de poesia ao líquido, mas líquido à poesia...
De João Costa a 3 de Abril de 2007 às 11:27
Agradeço a correcção. Era exactamente esse o encadeamento lógico que eu queria transmitir.
Obrigado...
De João Costa a 16 de Março de 2007 às 11:11
Também participo neste concurso (poema 106), mas adorei o teu poema. Sem dúvida que terá o meu voto.
Parabéns!

João Costa
De the_real_me a 14 de Março de 2007 às 09:57
Bem amei este poema, definitivamente tem tudo a ver comigo... Há poemas fantásticos aqui mas este tocou-me particularmente! Parabéns à autora...
De the_real_me a 14 de Março de 2007 às 09:56
Bem amei este poema, definitivamente tem tudo a ver comigo... Há poemas fantásticos aqui mas este tocou-me particularmente! Parabéns à autora...

Comentar post

Site_Poesia_em_Rede
. Índice dos Poemas de Amor

.Poemas a Concurso

. Publicação Final

. (152) Cinzas

. (151) Sentei-me à beira-m...

. (150) Caí na desgraça

. (149) O amor é o fim

. (148) Um Mundo de Sonho/U...

. (147) O tempo

. (146) Não foi à primeira

. (145) Amor

. (144) Deixa o sol saber e...

. (143) Do Amor

. (142) História de vida (A...

. (141) Te quero...

. (140) Infinito

. (139) Sonhar é viver...

. (138) Momento de Amar

. (137) Amar com seis senti...

. (136) "Sem título"

. (135) Poema Tropical

. (134) O que sinto : é amo...

. (133) Play

. (132) Continua*

. (131) Tu és...

. (130) Amor de Noite e Dia

. (129) Aparece

. (128) Graças a ti...

. (127) Je T' Aime

. (126) Amanhecendo em ti

. (125) Sentimento do Amor

. (124) Querer Bem

. (123) Magia transparente

. (122) Margens de mim

. (121) Sou... Ser...

. (120) Hoje olho-te

. (119) Moras num livro

. (118) Pra que nome?

. (117) Solidão

. (116) "Triefe"

. (115) Partiste, sem satis...

. (114) União

. (113) Ode Única

. (112) Lá na esquina da ca...

. (111) Amor

. (110) Sinto...

. (109) Paixão Proibida!

. (108) Momento

. (107) Os olhos do meu amo...

. (106) Quero cada uma das ...

. (105) Tempo

. (104) O que é o amor?...

.Mais Poemas

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Limitações na base dos Blogs SAPO não nos permitem publicar, conforme prevíamos, um link directo para os primeiros poemas. Aos visados as nossas desculpas.

.links

.Poesia em Rede


. Poesia em Rede

. seguir perfil

. 18 seguidores

blogs SAPO

.subscrever feeds

Cell Phones