Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2007

(78) Verbo Amar

Verbo Amar
 
                                            Aproveito a noite inteira
                                            Para me inspirar
                                            E de outra maneira
                                            Mostrar-te o verbo Amar.
 
                                            Pois não existe nada melhor   
                                            Que o som do escuro
                                            Para pensar no amor,
                                            Que sinto e quero para o futuro.
 
                                            Esteja acordado ou a dormir
                                            És tu quem eu vejo,
                                            Beijar-te, tocar-te e até te ouvir
                                            Esse é o meu desejo.
 
Bruno Assis Paixão
publicado por poesiaemrede às 00:38
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Verónica Simão a 28 de Fevereiro de 2007 às 22:00
Sim, senhor.Um dos teus melhores poemas. Continua a escrever porque escrever e saber escrever é um dos mais lindos dons.beijo
De nokas a 28 de Fevereiro de 2007 às 15:04
lindoo! lindo o poema, lindo quem escreveu e lindo o sentimento em que se baseia!!! amo-te muito meu poeta =)

Comentar post

Site_Poesia_em_Rede
. Índice dos Poemas de Amor

.Poemas a Concurso

. Publicação Final

. (152) Cinzas

. (151) Sentei-me à beira-m...

. (150) Caí na desgraça

. (149) O amor é o fim

. (148) Um Mundo de Sonho/U...

. (147) O tempo

. (146) Não foi à primeira

. (145) Amor

. (144) Deixa o sol saber e...

. (143) Do Amor

. (142) História de vida (A...

. (141) Te quero...

. (140) Infinito

. (139) Sonhar é viver...

. (138) Momento de Amar

. (137) Amar com seis senti...

. (136) "Sem título"

. (135) Poema Tropical

. (134) O que sinto : é amo...

. (133) Play

. (132) Continua*

. (131) Tu és...

. (130) Amor de Noite e Dia

. (129) Aparece

. (128) Graças a ti...

. (127) Je T' Aime

. (126) Amanhecendo em ti

. (125) Sentimento do Amor

. (124) Querer Bem

. (123) Magia transparente

. (122) Margens de mim

. (121) Sou... Ser...

. (120) Hoje olho-te

. (119) Moras num livro

. (118) Pra que nome?

. (117) Solidão

. (116) "Triefe"

. (115) Partiste, sem satis...

. (114) União

. (113) Ode Única

. (112) Lá na esquina da ca...

. (111) Amor

. (110) Sinto...

. (109) Paixão Proibida!

. (108) Momento

. (107) Os olhos do meu amo...

. (106) Quero cada uma das ...

. (105) Tempo

. (104) O que é o amor?...

.Mais Poemas

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Limitações na base dos Blogs SAPO não nos permitem publicar, conforme prevíamos, um link directo para os primeiros poemas. Aos visados as nossas desculpas.

.Poesia em Rede

blogs SAPO

.subscrever feeds

Cell Phones